Dicas Pro Unha para frieiras e micoses

Fatores como calor, umidade e utilização de calçados fechados contribuem para o surgimento das famigeradas micoses e frieiras, que afetam os pés e causam muita coceira.

“Micose é uma infecção causada por fungos que vivem na camada de células mortas de nosso organismo. Algumas podem causar coceira, outras causam descamação de pele e unha e perdas de pelo e cabelo”, alerta a podóloga Patricia Thenório.  Já a frieira, também conhecida por pé de atleta, é um tipo de micose frequentemente causada pelo acúmulo de umidade nos pés. 

As causas de micoses e frieiras incluem: utilização de meias sintéticas, falta de higienização de calçados, andar descalço na praia ou perto de piscinas, utilização de calçados apertados, não secar bem os pés e cantos das unhas, e até mesmo usar calçados ou meias de outras pessoas.

Como prevenir micoses e frieiras

– Durante o verão, opte pela utilização de chinelos de dedo e calçados abertos, para não abafar os pés.

– Guarde calçados em lugares ventilados, para auxiliar na evaporação do suor que ficou retido dentro do calçado, consequentemente aumentando as chances de eliminação dos microrganismos que causam tais incômodos.

– Enxugue bem o pé depois de tomar banho ou sair da água de mar, piscina, represas, etc. Lembre-se: calçar sapatos e tênis com os pés molhados aumenta a chance de desenvolver micoses e odor nos pés.

– Fique atento ao pisar em poças de água de chuva pois, em alguns casos, pode resultar em meias molhadas e consequentemente abafadas dentro do calçado. Após o ocorrido e assim que possível, lave os pés, seque bem, calce meias limpas e calçados secos.

– Alterne o uso de sapatos, permitindo o intervalo de pelo menos um dia entre as utilizações de cada um.

– Lave seus calçados, inclusive palmilhas e cadarços, com sabão neutro e deixe-os secar bem.

A Pro Unha disponibiliza produtos que ajudam tanto no combate de odores, como frieiras e micoses de unhas. Um exemplo é o Pro Gel, um gel com um blend de óleos essenciais específicos para tratamento de bactérias e fungos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *