Como fazer o tratamento de micose em 4 passos

As micoses são infecções causadas por fungos e que podem atingir a pele em diversas partes do nosso corpo. Alguns desses fungos já existem no organismo humano e precisam apenas de um agente para se desenvolver. Pegar tal infecção é muito fácil, mas o tratamento de micose não. É um processo que vai tomar no mínimo trinta dias do paciente e que precisa de muito cuidado para não aumentar ou transmitir para outras partes do corpo. Veja como tratar do problema em quatro práticos passos.

Identifique a micose

Apesar de muitas serem similares, há vários tipos de micoses e antes de tratá-las você precisa identificar qual está em desenvolvimento em seu corpo. A Tinea Pedis, popularmente conhecida por Frieira, é uma das mais comuns, principalmente nas unhas dos pés, assim como as Onicomicosis, que são micoses de unha.

A melhor e mais prática maneira de identificar qual o tipo de infecção antes de iniciar de fato o tratamento de micose é buscar a ajuda de um dermatologista ou podólogo de sua confiança. Somente após análise e possíveis exames que você saberá quais produtos -caseiros ou não -, pode aplicar e vão apresentar resultados.

Higiene é importante para o tratamento de micose

Evite exposições do local afetado, principalmente em locais úmidos demais e sujos demais. Procure lavar todos os dias a região infectada e limpar bem entre os dedos, sem deixar umidade evitando que água se acumule e prolifere ainda mais a micose.

Apenas o composto medicamentoso, por mais efetivo que ele seja, não vai resolver o problema se você mantém a área afetada pela micose suja e mal cuidada.

Não interrompa por conta própria o tratamento

O seu tratamento de micose indicado pelo profissional exige um tempo e uma rotina. Após alguns dias você pode perceber uma melhora considerável da região infectada, o que é muito bom, mas isso não significa que há cura. As micoses demoram um pouco a sumir e se você interrompe o tratamento por conta própria, corre o risco de ter o problema de volta e, talvez, agravado.

Sendo assim, procure sempre retornar ao seu médico para verificar a condição do local doente. Caso perceba que o composto não faz efeito, peça uma avaliação novamente e uma possível troca de medicamento. Jamais também pratique a automedicação, principalmente de compostos químicos.

Cumpra o prazo do tratamento e faça revisões periódicas

Mesmo após um tempo previsto de tratamento de micose o fungo pode permanecer em seu organismo e, por esse motivo, as revisões médicas são de extrema importância. Cumprir o prazo completo também é relevante. Há casos de micoses que vão além dos 30 dias de medicamentos e acompanhamentos médicos, por esse motivo, fique atento à essa recomendação do seu dermatologista.

Agora que você sabe o que é um tratamento de micose. Que tal começar a cuidar da saúde dos seus pés e das suas mãos hoje mesmo? Deixe seu comentário e nos conta um pouco mais sobre suas expectativas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *