5 cuidados com as unhas de diabéticos

Além de cuidados com a alimentação e medicamentos, as mulheres com diabetes devem tomar algumas precauções ao fazer as unhas. É que por conta da doença, há uma diminuição da sensibilidade nas extremidades do corpo e, por isso, fica mais difícil perceber infecções e ferimentos.

Para quem desconhece essas precauções, trazemos neste artigo cinco cuidados que devem ser tomados nas unhas de diabéticos. Afinal todas as pessoas merecem ter as unhas sempre bonitas e com muita saúde!

1 – Evite a remoção das cutículas

A função da cutícula, aquela pele fininha que fica em volta das unhas, é de proteção. Ela ajuda a impedir que fungos e bactérias proliferem nesta parte do corpo. Por isso, ao fazer as unhas, o indicado é apenas empurrar a cutícula e não retirá-la com o alicate. Existem ainda diversos produtos que ajudam a amolecer a pele, facilitando este trabalho.

As unhas de diabéticos podem apresentar problemas de cicatrização, ao evitar o alicate, também se evitam cortes na pele. Quem faz as unhas na manicure deve explicar a questão para a profissional e assim evitar o contato com o alicate.

2 – Cuidado com a umidade

Diabéticos podem apresentar menos sensibilidade nas extremidades do corpo. Por consequência, não percebem com tanta facilidade a presença de infecções, a exemplo das micoses.

É importante tomar cuidado com a umidade nas mãos, pés e unhas, já que a presença de água nessas partes do corpo são propícias ao proliferação de fungos. Por isso, sempre seque-os muito bem após sair do banho, mar ou piscina. Cuidado com os vestiários, piscinas e sempre utilize produtos para higienização e prevenção da proliferação de fungos.

3 – Prefira o removedor à acetona

O ressecamento pode ser um problema ainda maior para quem é diabético e, como a acetona acentua o problema, prefira o removedor na hora de retirar o esmalte das unhas.

Menos agressivo, o removedor é o produto adequado para limpar o esmalte. É importante salientar que ao retirar o produto, não pode ficar nenhum resíduo. Mais um cuidado importante para a saúde das unhas de diabéticos.

4 – Lixe ao invés de cortar as unhas de diabéticos

Como os diabéticos costumam ter um pouco mais de dificuldade na cicatrização, lixar as unhas é mais recomendado do que cortá-las. Assim o risco de se machucar e, contrair infecções, diminui. Outra dica é arredondar as laterais para evitar unhas encravadas.

Uma questão importante é que a lixa utilizada deve ser descartada toda vez que for fazer as unhas. Isso por que este utensílio pode ser um transmissor de fungos e bactérias, um perigo ainda maior para as unhas de diabéticos.

5 – Procure esterilizar alicates, espátulas, tesouras entre outros

Mesmo que você faça suas unhas em casa é importante manter os utensílios limpos e devidamente esterilizados. No salão de beleza há equipamentos próprios para isso, mas também é possível fazer o mesmo em casa, utilizando água fervente. Antes, use água e álcool. Depois coloque o material para ferver em uma panela com água.

Se você é diabético ou trabalha com cuidados de mãos e pés, não deixe de tomar esses cuidados na hora de fazer as unhas. São precauções para que elas permaneçam sempre bonitas e saudáveis, o que é mais importante!

Achou o nosso artigo sobre unhas de diabéticos interessante? Então não deixe de acompanhar outros temas aqui no nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *